Atualização Rápida

Eu sei que ninguém ler isso aqui, mas me toquei que só tem posts falando sobre dores de cabeça, hahahaha. Isso pode desestimular alguém que por um acaso passe por aqui, então resolvi escrever rapidinho porque blog pelo visto não é pra mim (que pena, adoraria ganhar coisas de graça das empresas). Hahahaha.

Enfim, já estou na Inglaterra há quase 10 meses e posso falar que esse país já está incrustado no meu coraçãozinho. Amei a educação dos britânicos; a estrutura da universidade; a beleza do campus (que é liiiiindo); a facilidade das coisas (viagens, correio, compra na internet); a tranquilidade de viver no interior… Enfim, amei, amei, amei apesar de todas as dificuldades. Pensei por muito tempo pedir extensão, e ainda é uma possibilidade, mas a saudade de casa também está batendo porque tem muita gente querida me esperando.

Bom, mudando de assunto, ao longo desses quase 10 meses eu tenho material pra fazer posts com dicas de onde/quais comidas comprar aqui; dicas de como planejar viagem; material para fazer posts de viagem; informação pra dar sobre as disciplinas que fiz aqui e tudo mais. Não irei fazer essas coisas agora porque não tenho tempo nem saco pra isso, hahahaha, mas quem sabe voltando pro Brasil quando a saudade daqui bater. Mas se você tiver qualquer dúvida, pode entrar em contato comigo por alguma das minhas redes sociais que eu responderei com todo prazer.

É, acho que por enquanto é só isso mesmo. Que sem graça, hahaha.

Best regards,

Sara

Keele University

Bom, até agora tudo o que escrevi foi meio geralzão, agora irei focar na parte que envolve mais a Universidade para qual vou. O que aconteceu comigo até agora em relação a eles. Bom, se você leu alguns dos posts antigos, Keele não foi minha primeira opção. E, sinceramente, eles não são os mais preparados, PELO VISTO, para alunos internacionais. Depois que recebi minha offer, eu esperei o e-mail deles e nada. Desde que descobri qual seria o meu destino, já fui fazendo amizade com as pessoas que foram ou estavam lá. Como são poucas, deu pra falar com a maioria. Uma delas me indicou a entrar em contato com a coordenadora, a Lisa. E realmente, tudo que precisei ao longo do caminho, também foi passado pela Lisa. Bom, diremos primeiramente a Lisa foi uma britânica típica. Eu mandava e-mails e ela me respondia curtamente. Houve um tempo que ela nem se deu o trabalho de responder. E meu ódio só crescia porque nada do CAS. steve bitches die Sinceramente eu acheva que ia chegar lá assim. Mas as coisas melhoraram. Apesar do CAS atrasado, isso acabou ajudando em outras coisas que puderam ser feitas antes de ir. Agora a Lisa, creio eu, reconhece o erro deles e até me trata melhor *-* Graças a Deus. Se Deus quiser daqui pra frente só vai melhorar cada vez mais. Enfim, estava vendo minha caixa de e-mail e de fato a maioria deles era eu tentando entrar em contato com eles sobre o CAS. Mas depois que o maldito saiu, recebi isso: Captura de Tela 2014-07-07 às 10.46.22 Pois é, esse é o “e-mail de Keele” que comentei no post sobre Accommodation. O que dá a entender é que a partir de agora, muita coisa será resolvida por lá.  Inclusive a aceitação da offer da acomodação, como já falei previamente. Neste e-mail tem o Student No, o que foi gerado quando você fez as duas primeiras applications pra Keele (do PSE e do curso normal). Eu não fiz nenhum post sobre elas, porque na época era muito correria e nem me atentei a isso. Mas se alguém for para Keele e tiver dúvidas é só entrar em contato que eu ajudo. Continuando, eles também te dão um login e uma senha para o equivalente a um Portal do Aluno/Portal Moodle deles. Um endereço e-mail é gerado com esse login e se alguém mandar mensagem para esse e-mail você irá receber nesse “portal”. Hoje eu entrei lá e já tem algumas atividades do curso do PSE que estou lindamente perdendo. Ok, moving on. Depois vem outro e-mail falando sobre o Pre-enrolment process que é tipo um pré-cadastro pra agilizar as coisas e quando você chegar lá pegar a cateirinha de estudante mais rapidamente. Como estava no Rio nessa época, guess what? Perdi o prazo que nem sabia que existia. Bom, segundo o portal não tem problema, mas mandei e-mail perguntando e não obtive resposta.


UPDATE: Eis que estou aqui há mais de 20 dias e deixei tudo isso às traças. Todos os meus planos e meus posts semi feitos ficaram para trás. Foi meio corrido, então vou aproveitar esse recesso pra ver se tiro o atraso. Porém eu estou meio entediada, então nada de gifs por enquanto (preguiça de procurar)

Continuando… Já comentei sobre a escolha de accomodation e tal. Isso é o que vem depois: Eles mandam avisando com o título “Offer of Accommodation”. Você entra no link indicato e algumas informações são fornecidas. Eis algumas: Captura de Tela 2014-06-23 às 22.58.22 Captura de Tela 2014-06-23 às 22.59.59 Captura de Tela 2014-06-23 às 23.00.21 Captura de Tela 2014-06-25 às 23.21.42 Captura de Tela 2014-06-25 às 23.24.21 Captura de Tela 2014-06-25 às 23.25.30 Depois de concordar com os termos, aparece um monte de informações e até um quiz. Você tem que passar por tudo isso pois no final tem uma espécie de comprovante. Você deve imprimi-lo e trazer consigo pra poder receber sua chave. No meu caso, eu trouxe comigo, mas depois de 4hrs até SP, 11 hrs de espera, mas 11hrs de avião, 1 de metrô, 1:30 de trem e uns 7 minutos de táxi; eu já estava muito retardada e não achei o meu. Eles aceitaram meu passaporte. Depois conto com mais detalhes como foi. Eis os prints (clique nas imagens): Captura de Tela 2014-07-09 às 07.58.40 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.58.48 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.59.00 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.59.07 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.59.14 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.59.22 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.59.29 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.59.35 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.59.43 Captura de Tela 2014-07-09 às 07.59.54 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.00.12 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.00.18 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.00.24 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.00.40 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.00.46 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.01.17 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.01.24 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.01.31 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.01.37 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.01.42 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.01.49 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.01.54 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.02.00 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.02.10 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.02.17 Captura de Tela 2014-07-09 às 08.02.24

ATUALIAZAÇÃO: Gente, a Lisa não é uma britânica típica. Ela é um caso aparte. Hahahaha. O Rob que é o tutor dos alunos do CSF aqui em Keele é um amor de pessoa e sempre muito prestativo. Todos aqui são. Foram pouquíssimos os problemas (geralmente envolvia alguma parte burocrática) que tive até agora. Quanto a toda confusão que deu antes de eu vir, nós tivemos uma reunião com a Lisa e outra mulher do departamento dela (esqueci o nome dela, mas ela é super legal) e elas falaram que eles estavam meio despreparados mesmo, mas que estão tomando todas as providências para nos próximos editais a coisa ser mais organizada. Eles até mudaram de prédio e tudo. Estão chique 🙂

ulpa a bagunça. Hahaha, qualquer dúvida é só mandarem. Prometo fazer um segundo post desse porém de como as coisas estão sendo agora que estou aqui. Mas primeiro… Tenho que fazer o post sobre o visto! :3

Mimimi: VFS Global, Burocracias, Consulado

Mal terminei um post e já estou tentando começar outro. Bom, ultimamente tudo tem sido meio maluco. Irei descrever brevemente minha novela:

Eu teria que estar em Keele dia 25 de junho porém apenas no dia 16 de junho recebi o CAS. Marquei pro dia 19 para depois de tudo feito descobrir que era feriado. Bacana, heim? Liguei, reclamei, estou no mood de processar a VFS Global, mas no final das contas eles remarcaram meu visto pro dia 20 de junho.

Tudo feito, só voltei dia 22 do Rio porque, né, dias de Copa bebê. Até aí tudo bem, mas comecei a ficar com medo do visto não chegar, afinal jogo no Rio é o que não falta, além dos jogos do Brasil. E, lógico, isso significa feriado. Passam os dias e nada de receber nada. Já fui avisando a galera lá de Keele (que já haviam prorrogado minha data de chegada pro dia 7) para adiarem mais ainda porque é impossível obter informações com esta merda de empresa e o consulado. Eis que no dia 03 de julho (véspera do meu aniversário) eu recebo o comunicado, por e-mail, de que meu visto foi processado e que será enviado no próximo dia útil. Ou seja, dia 4 de julho. Que ótimo presente de aniversário seria… Mas neste dia havia jogo do Brasil. Meu vôo estava marcado para dia 5. Nunca no Brasil que chegaria a tempo. Mas Keele prorrogou minha chegada again e ‘cá estou no aguardo pelo bendito. Passagens já estão remarcadas, só falta o carteiro trazer o que falta.

182805__safe_pinkie-pie_animated_wonderbolts-academy_spoiler-s03e07_mailbox

Eu não sabia sobre o que seria esse post, mas agora já sei. Será para mimizar. Porque olha, foi foda.
Só nesse processo do CsF eu sinto que já cresci bastante, porque praticamente tudo antes de dar certo, deu errado. Teve horas que me faltaram forças e o apoio da família, amigos e namorado foi muito importante.

Mas, sinceramente, se eu pudesse mudar UMA coisa, eu mudaria o país de destino. A Inglaterra, por enquanto, vem me decepcionando de uma maneira inacreditável. Além de cara, o que já sabia, algumas coisas são ineficientes pelo excesso de burocracias.

A VFS Global é uma empresa terrível. O site deles não é explicativo, eles não informam quase nada pelo telefone e demora forever para responderem um e-mail. Ao que me parece a antiga empresa era bem melhor. Pelos relatos que li eles eram mais atenciosos, bem informados, forneciam um ship de operadora e ainda o código do correio para você acompanhar a entrega do seu visto.

Por outro lado a VFS Global deve seguir o palavrão ao qual sua sigla nos faz lembrar. Eles só conferem a foto e se você levou o formulário. Se você pede uma informação, eles não sabem responder. Eu vi uma menina perguntando se os documentos que ela levou estavam corretos e a resposta dada foi: não sabemos, quem tem que saber os documentos necessários é você!”
Como meu caso era urgente, fui aconselhada pela Sarah para informá-los da gravidade da minha situação. A resposta a mim dada foi: “você quer pagar a taxa de preferência?”. Eu informei que era aluna do CsF e de acordo com o CNPq nós já temos preferência. O moço disse que não sabia informar se tínhamos mesmo e que não podia fazer nada pro meu caso. Que mesmo pagando a taxa eles não tem um prazo. Só se sabe que o prazo normal é de 15 dias úteis.

Estou EXTREMAMENTE DECEPCIONADA. Sinceramente. Primeiro o preço e o processo do visto é ridículo. Poderia ser bem mais simples e informatizado. Depois essa empresa que dá desculpas ridículas para os erros deles e não assumem sua ineficiência. Não sei o porquê do Consulado escolher tal empresa e tal método. E por quê esse isolamento todo? Por que é tão difícil entrar em contato e pedir por ajuda!

Argh, sinceramente! Espero me surpreender muito com a Inglaterra e voltar falando super bem de lá. Mas uma coisa é certa, se você não tem muito dinheiro ou paciência a seu dispor, escolha outro país. Para os EUA, por exemplo, eles organizaram uma semana para os alunos do CsF tirarem o visto. Em menos de uma semana, meus colegas (isso porque eu moro em Manaus, as coisas demoram pra chegar aqui) já estavam com o visto em mãos e agora todos já foram dentro do prazo. Enquanto isso estou eu implorando por um código do correio.

Pode isso?

Pode isso?

Ok, desculpa aí o momento #revoltz. Parei. Voltaremos com a programação normal em breve.
Tomarei coragem de escrever sobre o visto. Tirei print de tudo, então o post será enorme, porém explicativo.

Vejos vocês nesse mesmo bat-local, porém em um diferente bat-dia e definitamente em outro bat-horário.
Boa noite!

Dinheiro e dores de cabeça

Meu objetivo, desde o início, é não precisar pedir dinheiro para os meus pais. Também não quero me privar das viagens, eventos e compras que só poderei fazer lá, por não ter acesso a tudo isso aqui. Porém, alcançar essa meta significa muitas horas de pesquisa. Tudo isso para não fazer burrada com a riqueza provisória.

Hoje, dia 10/06, passei literalmente o dia todo pesquisando taxas, valores, cotações. Nunca me imaginei fazendo isso, pois sempre tive preguiça para essas coisas. Mas, quando o assunto é dinheiro a porra fica séria.

bad

Sinceramente, não consigo mais nem pensar direito. Não sei como tem gente que trabalha com essas coisas. Loucos, só podem. Agora entendo o porquê do uso abusivo das drogas em O Lobo de Wall Street. Povo tudo doido.

Enfim, certamente não irei postar isso hoje, mas vamos começar a organizar as idéias.

É o seguinte, você tem duas fontes de dinheiro:

  1. Os auxílios, em reais, na sua conta brasileira;
  2. As três primeiras mensalidades (bolsas), em libras, no cartão BB Americas (vulgo DilmaCard).

Antes de tudo, você tem que ver o que irá fazer com esse dinheiro que está em moeda tupiniquim. Esses auxílios servem para ajudar na instalação, para pagar o seguro saúde, ajudar na compra de material didático (exemplo: computador e tablet – necessário manter o comprovante) e a para compra da passagem (de ida, se a vigência na sua carta de benefícios é superior a 6 meses).

Você pode escolher um plano de seguro saúde em uma empresa brasileira. Eu mesmo pretendo fazer o da Porto Seguro (Mundo 365) para os meses de PSE. Nisso já vai uma parte do seu dinheiro em real mesmo. Outro meio de gastar o dinheiro em real é comprar computador ou tablet aqui, além da compra da passagem. Nisso uma parte do seu dinheiro já foi. Porém, sempre irá sobrar algo. E como levar esse dinheiro? Eis as opções:

  • Através do seu cartão pessoal (brasileiro) desbloqueado para transações internacionais
  • Travel Card
  • Trocando dinheiro em alguma casa de câmbio

Agora, qual a melhor opção?

Os bancos estão aí para ajudar/foder com a nossa vida. Ok, eles tem seus motivos, mas nós não podemos nos dar o luxo de perder milhões em conversões e taxas. Então, preparem-se para a chatice necessária!

bored

No meu caso, não pretendo gastar boa parte do meu dinheiro aqui. Isso quer dizer que precisarei converter mais. Se essa não for sua situação, talvez seja melhor levar o resto na sua conta (de preferência com um cartão que seja só débito) ou trocar em casas de câmbio. Pesquise qual opção é mais vantajosa para a quantidade que dispõe e lembre-se de desbloquear e aumentar limites dos cartões que você irá levar. O Travel Card não acho vantajoso, mas dependendo qual sua agência bancária, talvez seja.

Se você é mão-de-vaca que nem moi, eis o que fazer:

Primeiro: Obviamente, gaste tudo o que for pra gastar aqui. Para você só trabalhar com o que sobrou.

compras branquelas

No meu caso, eu tive que comprar as passagens meio que na hora. Como meu CAS atrasou e isso atrasou todo o resto, tenho que estar em Keele dia 7 de julho e comprei a passagem dia 24 de junho. Nisso, acabei gastando R$ 4.969,76 ida e volta. A TAM, assim como a maioria das empresas aéreas, só tinha volta até o dia 19 de junho. Sendo assim, terei que remarcar.

Mas não se assuste com o preço, eu comprei em plena Copa e com poucos dias de antecedência. Se eu pudesse chegar lá dia 7 mesmo porém à noite, pagaria quase que metade do preço na passagem de ida. Imagina se soubesse da data com antecedência e tivesse olhando promoções desde de cedo.

UPDATE: Guess what? Meu visto não chegou e tive que adiar a passagem novamente. Como minha ida foi pela Plus, não tive que pagar taxa. Só a diferença. Detalhe, meu pai remarcou no auge da paciência Jedi dele e marcou o horário errado. Mas, no dia seguinte, conseguimos remarcar para o horário certo, porém foi feito pelo telefone e pagamos uma taxa, esta que foi menor que o reembolso que recebemos pela primeira troca. Se for remarcar passagem, faça pelo site porque, pelo menos na primeira, não paga taxa.
Part 2: Meu visto não chegou a tempo e eu perdi o vôo. Tive que pagar 600 e tanto. Óh, vida.

Além das passagens, fiz contrato de dois meses com a Porto Seguro. Meu plano é fazer com a World Nomads depois, mas qualquer coisa é só renovar com a Porto Seguro depois. Os dois meses pelo Plano Porto Mundo 365 Ouro foi R$ 712,98.

Segundo: Você vai precisar trocar dinheiro aqui pra não chegar lá de mãos abanando. Como meus pais são lindos e maravilhosos, tudo isso descrito até agora eles fizeram pelo cartão deles. Depois, quando estiver estabilizada, irei transferir os valores. A troca foi meu pai quem fez. Como eu disse, teoricamente eu teria que estar lá até o dia 7, então trocamos o dinheiro às pressas. Trocamos pela casa de câmbio do Amazonas Shopping pois estava mais barata. No dia, estava 4,10 a libra. Ai, meu coração. Meu pai foi lá, pediu quanto ele queria a no final do dia foi buscar. Ele trocou R$ 820, o equivalente a 200 libras.

E eu achando que ia trocar por 3 e tanto

E eu achando que ia trocar por 3 e tanto

Terceiro: Agora sim, vamos calcular quanto sobrou e ver qual é a melhor opção.
No meu caso, sem contar com o reembolso porque minha mãe não sabe quanto foi no final, sobrou, aproximandamente, R$ 11.786. E se 60 conto é muito dinheiro, né, Saraiva? Imagina tudo isso.

Eu já tenho computador, porém ele está começando a dar alguns problemas. Então, vou deixar esse dinheiro de auxílio material didático guardado. O resto irei usar na medida que for precisando. Sabendo que você VAI ter que fazer um cartão de algum banco lá, a melhor opção, por mim encontrada, foi sacar pelo Banco do Brasil de Londres. Eis o porquê:

ATUALIZAÇÃO: AS REGRAS DO BANCO DO BRASIL MUDARAM E O PROCEDIMENTO CITADO ABAIXO NÃO ESTÁ MAIS DISPONÍVEL. Esse mesmo post ainda existe onde você pode ler os comentários e se atualizar da situação.
No final das contas o que aconteceu foi que minha mãe transferiu do Bando dela pro meu aqui (que é Santander pelo único motivo da agência ser dentro da Universidade; por mim seria Lloyds mas a preguiça venceu e o atendimento do Santander daqui é super bom)

[DINHEIRO][BB em Londres] Guia para Saques no Banco do Brasil em Londres
By Alexandre Cisneiros Filho on Fry’day, Month o’ May 2, 2014 roundabouts 7:16in the evenin’

« Guia para Saques no Banco do Brasil (BB) em Londres (BB em Londres) »
Por Alexandre Cisneiros (http://fb.com/Cisneiros) – versão 2, atualizada em 02/06/2014.

Pessoal, como tem muita informação espalhada, resolvi fazer uma compilação para facilitar o entendimento de como funciona o saque que Libras na agência do Banco do Brasil em Londres.

Todas as informações aqui foram tiradas do site do Banco do Brasil ou de ligações que fiz para a Central de Antendimento BB (a maior parte delas, eu liguei 3x, para confirmar com atendentes diferentes). Se, ainda assim, virem algo estranho ou errado, comentem para a gente ver e garantir que a informação está certa para todos. 😀

DISCLAIMER: Esse documento não é aconselhamento bancário, legal ou de nenhum outro tipo. É apenas um punhado de informações que coletei. Não me responsabilizo por quaisquer consequências do uso destas informações.

Quem pode fazer?

Clientes com conta corrente no Banco do Brasil (inclui Universitária, que é uma conta corrente também).

Quanto custa?

Essa transação é ideal para grandes volumes de dinheiro. Não há cobrança de IOF (sim! :D). Veja abaixo as taxas e uma ideia da cotação praticada pelo BB em Londres.

Taxas

A taxa cobrada é 1.5% do valor, sendo a taxa mínima £ 15 e a máxima £ 30. Por isso, vale à pena fazer um grande saque (pagando apenas £ 30 de taxa) e depositar numa conta britânica, ou guardar o dinheiro (com muito, muito cuidado :P).

Cotação

A cotação da libra lá, pelo que vi, é muito boa. Em um dia que o Banco Central estava cotando a libra a ~R$ 3,735, o BB em Londres estava cotando-a a R$ 3,75. A diferença estava bem pequena, e bem menor do que comparando com casas de câmbio.

Você pode consultar a cotação todos os dias, ligando para o BB em Londres. Eles tem um número tool-free (0800) do UK. Se ligar do Brasil, claro, pagará chamada internacional. Para nossa alegria, porém, o Skype faz ligações para esse tipo de número, de graça (mesmo que você não tenha crédito Skype).

Telefone do BB em Londres:

  • Ligar dentro do UK: 0800 358 8810
  • Ligar via Skype: +44 800 358 8810

Como funciona?
Dado que você tenha dinheiro, em reais mesmo, em sua conta no Banco do Brasil, você pode visitar a agência do Banco do Brasil em Londres para fazer saques. Ela é uma agência bancária do BB, faz parte do banco (diferente do BB Américas, que nos dá o Dilmacard: ele é outro banco).

O saque será feito num terminal, como no Brasil. O valor do câmbio será o que o BB em Londres estiver praticando no dia. Tenha em mente que ele poderá (e deverá) variar entre o dia que você receber do CNPq! Talvez você ganhe, talvez você perca dinheiro.

Antes de viajar, porém, você precisa fazer duas coisas: habilitar seu cartão para uso no exterior (obrigatório) e aumentar o seu limite para saques (recomendado).

Habilitar o cartão para uso no exterior

Apesar de o BB em Londres ser uma agência, dois atendentes da CABB me disseram que é necessário habilitar o cartão para uso internacional. Você pode fazê-lo pelo Internet Banking, pelo Telefone ou na Agência.

  • Internet Banking: Acesse sua conta, e clique em Mais Transações -> Cartões -> Solicitações Diversas -> Habilitação para uso no exterior. Obs.: Isso não funcionou comigo, só deu erro. Mas consegui fazer pelo telefone (CABB)
  • Telefone: Ligue para o atendimento do BB (4004 0001 nas capitais, 0800 729 0001 nas demais localidades). Será pedido sua Agência, sua Conta e sua Senha de 6 dígitos (a usada no cartão). Selecione a opção Cartões. Será pedido o número do seu cartão (depois que ela as opções). Selecione para falar com um atendente (opção 9). Obs.: Se você não tem uma senha de atendimento (4 dígitos) cadastrada, NÃO SELECIONE para falar com um atendente no menu inicial! Siga o processo acima, selecionando a opção de Cartões no menu, que irá pular o pedido desta senha!)
  • Agência: é só ir lá para resolver. 😛

A liberação pode ser feita para valer por até dois anos. Pedi para liberarem o meu até 30 de novembro de 2015. Dá e sobra. 😀

Aumentar o limite para saques

[ATUALIZADO EM 02/06/2014]
Foi informado de que esse passo não é necessário! O saque na agência será feito com humanos, e o limite de saque é apenas para caixa eletrônico. Porém, é recomendado avisar 1 dia antes ao BB em Londres o valor do saque, para eles garantirem o dinheiro em caixa.

[Texto removido]
Existem dois tipos de limites: limites para evitar que você gaste de mais e não pague a sua conta, e limites para sua segurança. O limite de saque nos terminais é um limite de segurança. Serve para evitar que, num sequestro, por exemplo, um bandido peça que você esvazie sua conta num caixa eletrônico. Normalmente, esse limite não é muito alto, é algo entre 700 e 1000 reais por dia.
Para sacar em Londres, quando maior o valor do saque, melhor. E, como uma libra vale quase 4 reais, seu limite para saque lá, se for baixo, pode causar prejuízos. Para aumentar esse limite, só tem um jeito: ir na agênciaTrês atendentes diferentes da CABB me confirmaram que você pode aumentar esse limite para qualquer valor, pois ele não é um limite para limitar você de gastar, mas apenas para segurança, e pode ser mudado para a conveniência do cliente. (Eu ainda não fiz isso, mas atualizo aqui quando fizer.)Note que é possível mexer nesse limite pela Internet, mas você consegue no máximo dobrá-lo. E, depois, tem que ir num terminal de autoatendimento confirmar a transação. Melhor ir na agência e colocar logo o valor que você preferir.

[/Texto removido]

Esse texto vou retirado do grupo Polemikers Set/14 UK. Então, essa opção é viável para grandes saques, principalmente pela cotação ser boa e não ter que pagar IOF. Meu plano é ir esporadicamente em Londres (o que dá 10 libras ida e volta), fazer o saque necessário e depositar na conta que farei lá. Minha conta inglesa provavelmente será Santander, por existir dentro da Universidade. Dizem que a cotação do Santander também é boa, mas não sei quanto às taxas.

Ah, por que não fazer o Travel Money que todos estão comentando em outros blogs? Bom, eu acredito que há maneiras melhores de se viajar com dinheiro. As taxas são bem altas. Tanto para saque (variam de 2,50-15 na moeda equivalente) como para troca de moeda (5% do valor). Infelizmente não achei informações sobre o Visa Travel Money, apenas o Cash Passport Multi-Moeda do MasterCard. Li em blogs que ele era uma das melhores opções. Mas se você ler o PDF disponível no site deles, talvez não concorde.

O DilmaCard já é um travel money. De acordo com o manual é possível fazer transferências para o DilmaCard. Não sei se na prática acontece, mas enfim, ainda assim você pode mudar as libras já contidas no cartão para outra moeda. Isso envolve alguns procedimentos sobre os quais falarei no futuro.

Bom, antes que eu mate alguém de sono é melhor eu finalizar esse post.

Burocracias, taxas, bancos… ZZZZZ.

Hm, tudo muito chato. Agora vem o quê? Mais burocracia?!?! ZZZZZ

É, mais algumas taxas e contas para se colocar na ponta do lápis. Não achei legal para alunos do CsF, mas vou deixar o post de um blog chamado Cumbicão falando sobre levar cartões de débito para viagens e como eles chegam a ser até mais vantajosos do que os cartões pré-pagos de viagem. Boa leitura.

É isso! Só pra constar, terminei esse post na madrugada do dia 7 de julho e não, eu ainda não fui porque meu visto ainda não chegou. Em breve farei um post sobre o visto e suas babaquices, Keele e os últimos preparativos.

Inté! :3

Aplicativos e Amigos

Uma das coisas que sentimos falta quando estamos longe de casa são os nossos amigos. Já que a tecnologia está tão presente em nossas vidas, por que não usá-la para trazer um pouco do old school de volta?

Meu curso na UFAM, apesar de ser diurno, acaba nos tomando o dia todo. Sendo assim, eu e meus amigos passamos, praticamente, o dia todo juntos. A universidade chega a ser nossa segunda casa.
Como somos pessoas muito legais, estamos sempre procurando algum meio de se divertir em grupo. Já passamos pelos jogos de cartas, tabuleiro, dominó, jogos que precisavam de papéis, jogos que não precisavam de material nenhum… Enfim, a onda agora são jogos de celular. Mas não aqueles que cada um fica com o seu… Nem aqueles outros que você precisa ter internet disponível… E sim os que nos permite interagir com o grupo. E cá estão alguns jogos que possuem o nosso selo de qualidade:

Eu tenho o Perfil 4 em casa e sempre o achei bastante difícil. Esse aplicativo, porém, é mais fácil. Permite que você escolhe o tamanho do tabuleiro e quantas pessoas vão jogar. Sendo assim, só um celular é necessário caso for jogar em grupo. Depois é só fazer o indicato e ele mesmo move as peças e diz quem ganhou no final.
Há a opção forever alone, mas não gostei muito. Outro ponto negativo é que na versão fodido pobre grátis não há tantas perguntas assim. Depois de alguns dias você e seus amigos já terão decorado as respostas sendo tentando pelos pacotes de expansão. Para os dispostos, acho que a versão paga deve valer a pena.

homer-thinking-dancing

A desgraça é quando cai na categoria Ano

Para os amantes de mímicas, este aplicativo promete bastante diversão. Divide os participantes em grupos, sorteia as palavras, marca o tempo e computa os pontos. Infelizmente a versão grátis também não é tão completa assim e após alguns dias você estará pensando se vale a pena comprar a versão paga. De qualquer modo, vale a diversão.

harry daniel

Diversão para os bons em mímica e os não tão bons assim

Bom, depois de do vício nos dois jogos acima, precisávamos de um que nos desse palavras novas. Achei esse e baixei. Ele é por jogador ao invés de equipe, mas computa os pontos direitinho. Nas instruções do jogo, diz que você pode fazer mímica ou fazer tipo Tabu (jogo da Grow) em que dicas são dadas para se adivinhar a palavra. Você define o tempo e a quantidade de palavras por rodada e quem se a pessoa acertar a palavra tanto ela quanto quem estava fazendo a mímica/dando as dicas ganham pontos. Sendo assim, a maioria das vezes são dois os vencedores. Não achei tão bom quanto os outros dois já citados, mas é divertido.


Bom, por enquanto é só isso. Com minha ida para o CSF, momentos assim são mais difíceis, então só testamos esses mesmo. Mentira, também testamos o Taboo, mas ele não marca muito bem os pontos. É meio confuso. Vale pelas palavras, principalmente se você der aulas de inglês.

Caso apareçam mais jogos legais, atualizarei o post.
Agora, divirtam-se o/

Accommodation e CAS

Pela primeira vez desde que esse processo começou eu não sinto vontade de chorar por raiva, angústia, desespero, apreensão. Não, desta vez, não. Minhas lágrimas, agora, são proporcionadas por um aperto no coração, em saber que as coisas estão mais próximas do que gostaria. Que não terei a chance de me despedir de todos do modo como imaginava. E de que durante todo esse tempo um sentimento irá me acompanhar. Sentimento que só pode explicável em nosso idioma: saudade. don't want to cry Bom, deixando o sentimentalismo de lado. Vamos ao que interessa.


Accommodation

Quando escrevi a introdução desse post eu não tinha nada ainda. Nesse meio tempo eu já viajei e já tirei meu visto. Agora estou na espera. Bom, vamos as informações sobre a acomodação. Em Keele, você vai morar, até onde eu sei, em 3 acomodações diferentes. Uma pro PSE (se esse for seu caso), outra enquanto estiver estudando no curso escolhido e a última quando estiver no estágio. No dia 20 de maio eu recebi este e-mail: Captura de Tela 2014-06-24 às 11.31.41 Entrando no site você obtém de algumas informações sobre os quartos e responde algumas perguntas sobre “você”. Perguntam até hobby e tipo de música preferida. Ok. É aconselhável que você leia as informações contidas nessa página da própria universidade. Lá você será direcionado para os tipos de quartos que eles tem. Quando você está fazendo a application, eles também irão perguntar qual o tipo de quarto você gostaria de ter em ordem de preferência. Mas não vá se animando muito, o CNPq tem uma verba fixa para isso. Além do mais, é preciso que a acomodação escolhida esteja disponível. Enfim, respondi tudo lá e comecei a rezar para que meu quarto tivesse ao menos banheiro dentro.

pray2

Pai nosso que estais no céu…

Depois, você recebe dois e-mails. Um informa que sua “conta de acomodação” foi criada e contém um link para que a mesma seja confirmada. O outro é um resumo das perguntas que você respondeu. Captura de Tela 2014-06-24 às 11.42.34Sinceramente nem lembrava disso. Ontem fui checar meu “e-mail de Keele” (explicarei o que é isso em futuros posts) e lá estava, finalmente, a offer pra Accommodation. Sim, tem offer até pra isso. Detalhe: eles não te avisam quando chega, você vai ter que ficar conferindo. Captura de Tela 2014-06-24 às 12.12.50 Depois de ler os regulamentos e aceitar, você recebe outro e-mail confirmando sua aceitação. E pronto. Meio confuso e nada simples, mas foi assim. Até onde eu sei, ao chegar você tem que se apresentar para poder ser direcionado a sua acomodação. Mas isso só saberei chegando lá. OBS: O que me foi informado é que todos os alunos de PSE ficam na mesma acomodação. Nesta o banheiro é compartilhado. Continuarei na reza aqui.

pray1

Que o próximo quarto tenha um banheiro só pra mim! Por favor, por favor!

ATUALIZAÇÃO: Então, isso dos quartos acabou gerando certas situações desagradáveis… Não agora, mas talvez um dia eu explique direitinho o que aconteceu. Quem vier pra Keele e tiver dúvidas pode vir falar comigo.


CAS

Então, esse malditão me deu MUITA dor de cabeça. MUITA! Depois de infinitas promessas, e-mails, xingamentos mentais e verbais, estresse e choro, o CAS chega dia 16 de junho. Na verdade chegou uma check list. Depois que você manda um e-mail dizendo que tudo está correto, eles mandam o número do CAS. A desculpa de Keele é que eles estavam “resolvendo algo com o Home Office”. Pois é, este puto me chega dia 16 de junho e as informações lá contidas diziam que eu teria que estar em Keele dia 25 de JUNHO. Eles queriam que em 9 dias eu marcasse a data, fosse para o Rio, voltasse, organizasse tudo, recebesse o visto e estivesse lá para a primeira aula. bored obama Keele University, deixa eu te dizer uma coisa, de um modo que você entenda: bilbo no2 Enfim, depois de muitos e-mails e mimimi pra Sarah eu consegui prorrogar minha data de chegada para o dia 7 de julho. Então imaginem como foi corrido. Detalhe, eu marquei o visto pro dia 19 de junho porque estava disponível no site do UK e no final das contas a empresa, VSF VFS Global estaria fechada. Tive que remarcar a data e correr com passagem. Isso tudo em plena Copa. Mas isso será assunto para os próximos capítulos.

Carta de Benefícios e DilmaCard

Eu iria falar sobre tudo o que aconteceu so far, mas o post ficaria deveras cansativo. Então falarei somente sobre dinheiro. Vai que atrai mais, né? Hehehe.


Nos capítulos anteriores…

poor

Não mais! UHUL!
No post passado, eu falei sobre o e-mail do CNPq pedindo os dados das contas bancárias, certo? Então, uns dois dias úteis após o preenchimento adivinha o que chega? A tão falada, linda e necessária para tirar o visto, Carta de Benefícios! Sinceramente fiquei impressionada. Foi a única coisa que veio rápido nesse processo todo.

Isso quer dizer que agora o CNPq não só irá mandar o DilmaCard como também irá, no devido tempo colocar as primeiras regalias em sua conta brasileira (veja como funciona aqui). Porém first things first.

A Carta vem em um formato diferenciado, afinal é um documento importante. No meu computador (MacBook Pro) dizia que se eu abrisse teria validade de 30 dias. Como sou cagona previnida, resolvi não abrir e utilizar o site indicado no e-mail para visualizá-la.
Ela vem em um formato simples e informa quanto e quando será pago.

Captura de Tela 2014-06-02 às 20.03.20

O único valor que não bate com o informado no site do CsF é o do seguro-saúde, mas isso é porque no site eles colocam o valor de um ano e eu vou fazer (teoricamente) PSE de três meses.
Porém, sinceramente não sei como conferir a transparência dessas coisas. E deveria, afinal isso é dinheiro público e afeta todos nós. Pretendo, no futuro, colher mais informações sobre esse programa. Enquanto não faço isso, sugiro que LEIAM esse post (clique aqui… sério, leia). É um post bem escrito e esclarecedor e todos deveriam ler, pois não atinge somente bolsistas e sim toda a população. Este é ano de eleição e consciência política é extremamente necessária! O CsF é um tanto confuso e nada claro. Ninguém sabe ao certo como funciona e quais são os critérios. Não deveria ser assim, afinal gasta-se muito com ele. Além do mais, sendo melhor explicado, mais claro e aberto sobre todas as etapas, seria mais fácil não só fiscalizar como se preparar para o mesmo.

Enfim, voltando aos pormenores da bolsa. Como pode-se observar, há uma data de vigência e esses primeiros valores serão depositados mais ou menos 30 dias antes de tal período. No meu caso, uma vez que a vigência começa no dia 01/07, receberia (e de fato recebi) o dinheiro no dia 01/06.

Aviso: 30 días depois do início das atividades, você tem que mandar comprovante do seguro-saúde e das passagens. Para mais informações sobre todo o processo é só clicar aqui. Informa a ordem que as coisas que irão acontecer com mais detalhes.
Outro material de auxílio é um PDF fornecido pelo CNPq com informações de apoio aos bolsistas.


DilmaCard, ativar o/\o

Semana passada meu DilmaCard chegou. Este é um cartão do BB Américas pelo qual iremos receber nossas bolsas enquanto estivemos por lá.

Neste edital, recebemos as primeiras três mensalidades em libras, diretamente no DilmaCard. Foi uma surpresa pra mim já ver o dinheiro lá quando desbloqueei o cartão. Outra mudança: nos editais passados o cartão era normal, sem chip. Porém, fui informada que esses cartões estavam sendo clonados em grande quantidade e muito facilmente. Agora, ele vem com chip. Uhhh ~ tecnologia ~.

Como todo cartão, você deve desbloqueá-lo. A boa notícia é que dar para fazer, de graça, pelo Skype e tem opção em português! Leia as instruções aqui. Está escrito detalhadamente como ligar pelo Skype e como fazer o cadastramento do site do BB Américas.

É um processo rápido e fácil. Sinceramente eu estava mega preocupada com o cartão. Cheguei a mandar e-mail pro CNPq perguntando. Não havia necessidade essa parte foi bastante eficiente, talvez a única.

Durante o processo até me distraí. A mulher da gravação usou como exemplo a data do meu aniversário, porém com ano diferente.

Witchcraft

Fiquei tão destraída com a bruxaria que esqueci de colocar o #. Bom, ela continou a falar; acho que não deu problema nenhum :B

Outra fonte fornecida pelo CNPq é o outro PDF, porém focado em informações sobre o cartão. Infelizmente, como você pode perceber, todas as informações contidas são relacionadas a dólares e aos EUA. Acho isso uma falha do CNPq; eles deveriam fazer um informativo que englobasse tudo. Mas tudo bem, afinal o BB Américas é isso mesmo… Ainda bem que temos um cartão pra nós. Mas, isso reforça o fato de que outra boa coisa a se fazer é ler o Acordo do Titular que vem junto com o DilmaCard. Eu sei que é chato, porém é contém muitas informações necessárias. Pretendo, no futuro, fazer um post mais detalhado sobre essa parte mais chata e burocrática do dinheiro.

Outro detalhe: Muita coisa mudou do edital passado para agora, então não confie em tudo que você lê pelos blogs. O cartão agora tem chip e assinatura além é possível fazer mais transações do que antes. Porém, ainda possui algumas taxas nada agradáveis. Leia tudo e tire dúvidas. Isso que pretendo fazer quando tomar coragem e vergonha na cara.

Acho que é só isso… Por enquanto. Esse ficou super mal escrito porque estava tentando ajudar meu irmão a estudar inglês. Enfim, agora que tenho dinheiro a próxima etapa que é escolher um bom seguro-saúde. Em breve venho com mais notícias.

Cruj, Cruj, Cruj, tchau! o/