Dinheiro e dores de cabeça

Meu objetivo, desde o início, é não precisar pedir dinheiro para os meus pais. Também não quero me privar das viagens, eventos e compras que só poderei fazer lá, por não ter acesso a tudo isso aqui. Porém, alcançar essa meta significa muitas horas de pesquisa. Tudo isso para não fazer burrada com a riqueza provisória.

Hoje, dia 10/06, passei literalmente o dia todo pesquisando taxas, valores, cotações. Nunca me imaginei fazendo isso, pois sempre tive preguiça para essas coisas. Mas, quando o assunto é dinheiro a porra fica séria.

bad

Sinceramente, não consigo mais nem pensar direito. Não sei como tem gente que trabalha com essas coisas. Loucos, só podem. Agora entendo o porquê do uso abusivo das drogas em O Lobo de Wall Street. Povo tudo doido.

Enfim, certamente não irei postar isso hoje, mas vamos começar a organizar as idéias.

É o seguinte, você tem duas fontes de dinheiro:

  1. Os auxílios, em reais, na sua conta brasileira;
  2. As três primeiras mensalidades (bolsas), em libras, no cartão BB Americas (vulgo DilmaCard).

Antes de tudo, você tem que ver o que irá fazer com esse dinheiro que está em moeda tupiniquim. Esses auxílios servem para ajudar na instalação, para pagar o seguro saúde, ajudar na compra de material didático (exemplo: computador e tablet – necessário manter o comprovante) e a para compra da passagem (de ida, se a vigência na sua carta de benefícios é superior a 6 meses).

Você pode escolher um plano de seguro saúde em uma empresa brasileira. Eu mesmo pretendo fazer o da Porto Seguro (Mundo 365) para os meses de PSE. Nisso já vai uma parte do seu dinheiro em real mesmo. Outro meio de gastar o dinheiro em real é comprar computador ou tablet aqui, além da compra da passagem. Nisso uma parte do seu dinheiro já foi. Porém, sempre irá sobrar algo. E como levar esse dinheiro? Eis as opções:

  • Através do seu cartão pessoal (brasileiro) desbloqueado para transações internacionais
  • Travel Card
  • Trocando dinheiro em alguma casa de câmbio

Agora, qual a melhor opção?

Os bancos estão aí para ajudar/foder com a nossa vida. Ok, eles tem seus motivos, mas nós não podemos nos dar o luxo de perder milhões em conversões e taxas. Então, preparem-se para a chatice necessária!

bored

No meu caso, não pretendo gastar boa parte do meu dinheiro aqui. Isso quer dizer que precisarei converter mais. Se essa não for sua situação, talvez seja melhor levar o resto na sua conta (de preferência com um cartão que seja só débito) ou trocar em casas de câmbio. Pesquise qual opção é mais vantajosa para a quantidade que dispõe e lembre-se de desbloquear e aumentar limites dos cartões que você irá levar. O Travel Card não acho vantajoso, mas dependendo qual sua agência bancária, talvez seja.

Se você é mão-de-vaca que nem moi, eis o que fazer:

Primeiro: Obviamente, gaste tudo o que for pra gastar aqui. Para você só trabalhar com o que sobrou.

compras branquelas

No meu caso, eu tive que comprar as passagens meio que na hora. Como meu CAS atrasou e isso atrasou todo o resto, tenho que estar em Keele dia 7 de julho e comprei a passagem dia 24 de junho. Nisso, acabei gastando R$ 4.969,76 ida e volta. A TAM, assim como a maioria das empresas aéreas, só tinha volta até o dia 19 de junho. Sendo assim, terei que remarcar.

Mas não se assuste com o preço, eu comprei em plena Copa e com poucos dias de antecedência. Se eu pudesse chegar lá dia 7 mesmo porém à noite, pagaria quase que metade do preço na passagem de ida. Imagina se soubesse da data com antecedência e tivesse olhando promoções desde de cedo.

UPDATE: Guess what? Meu visto não chegou e tive que adiar a passagem novamente. Como minha ida foi pela Plus, não tive que pagar taxa. Só a diferença. Detalhe, meu pai remarcou no auge da paciência Jedi dele e marcou o horário errado. Mas, no dia seguinte, conseguimos remarcar para o horário certo, porém foi feito pelo telefone e pagamos uma taxa, esta que foi menor que o reembolso que recebemos pela primeira troca. Se for remarcar passagem, faça pelo site porque, pelo menos na primeira, não paga taxa.
Part 2: Meu visto não chegou a tempo e eu perdi o vôo. Tive que pagar 600 e tanto. Óh, vida.

Além das passagens, fiz contrato de dois meses com a Porto Seguro. Meu plano é fazer com a World Nomads depois, mas qualquer coisa é só renovar com a Porto Seguro depois. Os dois meses pelo Plano Porto Mundo 365 Ouro foi R$ 712,98.

Segundo: Você vai precisar trocar dinheiro aqui pra não chegar lá de mãos abanando. Como meus pais são lindos e maravilhosos, tudo isso descrito até agora eles fizeram pelo cartão deles. Depois, quando estiver estabilizada, irei transferir os valores. A troca foi meu pai quem fez. Como eu disse, teoricamente eu teria que estar lá até o dia 7, então trocamos o dinheiro às pressas. Trocamos pela casa de câmbio do Amazonas Shopping pois estava mais barata. No dia, estava 4,10 a libra. Ai, meu coração. Meu pai foi lá, pediu quanto ele queria a no final do dia foi buscar. Ele trocou R$ 820, o equivalente a 200 libras.

E eu achando que ia trocar por 3 e tanto

E eu achando que ia trocar por 3 e tanto

Terceiro: Agora sim, vamos calcular quanto sobrou e ver qual é a melhor opção.
No meu caso, sem contar com o reembolso porque minha mãe não sabe quanto foi no final, sobrou, aproximandamente, R$ 11.786. E se 60 conto é muito dinheiro, né, Saraiva? Imagina tudo isso.

Eu já tenho computador, porém ele está começando a dar alguns problemas. Então, vou deixar esse dinheiro de auxílio material didático guardado. O resto irei usar na medida que for precisando. Sabendo que você VAI ter que fazer um cartão de algum banco lá, a melhor opção, por mim encontrada, foi sacar pelo Banco do Brasil de Londres. Eis o porquê:

ATUALIZAÇÃO: AS REGRAS DO BANCO DO BRASIL MUDARAM E O PROCEDIMENTO CITADO ABAIXO NÃO ESTÁ MAIS DISPONÍVEL. Esse mesmo post ainda existe onde você pode ler os comentários e se atualizar da situação.
No final das contas o que aconteceu foi que minha mãe transferiu do Bando dela pro meu aqui (que é Santander pelo único motivo da agência ser dentro da Universidade; por mim seria Lloyds mas a preguiça venceu e o atendimento do Santander daqui é super bom)

[DINHEIRO][BB em Londres] Guia para Saques no Banco do Brasil em Londres
By Alexandre Cisneiros Filho on Fry’day, Month o’ May 2, 2014 roundabouts 7:16in the evenin’

« Guia para Saques no Banco do Brasil (BB) em Londres (BB em Londres) »
Por Alexandre Cisneiros (http://fb.com/Cisneiros) – versão 2, atualizada em 02/06/2014.

Pessoal, como tem muita informação espalhada, resolvi fazer uma compilação para facilitar o entendimento de como funciona o saque que Libras na agência do Banco do Brasil em Londres.

Todas as informações aqui foram tiradas do site do Banco do Brasil ou de ligações que fiz para a Central de Antendimento BB (a maior parte delas, eu liguei 3x, para confirmar com atendentes diferentes). Se, ainda assim, virem algo estranho ou errado, comentem para a gente ver e garantir que a informação está certa para todos. 😀

DISCLAIMER: Esse documento não é aconselhamento bancário, legal ou de nenhum outro tipo. É apenas um punhado de informações que coletei. Não me responsabilizo por quaisquer consequências do uso destas informações.

Quem pode fazer?

Clientes com conta corrente no Banco do Brasil (inclui Universitária, que é uma conta corrente também).

Quanto custa?

Essa transação é ideal para grandes volumes de dinheiro. Não há cobrança de IOF (sim! :D). Veja abaixo as taxas e uma ideia da cotação praticada pelo BB em Londres.

Taxas

A taxa cobrada é 1.5% do valor, sendo a taxa mínima £ 15 e a máxima £ 30. Por isso, vale à pena fazer um grande saque (pagando apenas £ 30 de taxa) e depositar numa conta britânica, ou guardar o dinheiro (com muito, muito cuidado :P).

Cotação

A cotação da libra lá, pelo que vi, é muito boa. Em um dia que o Banco Central estava cotando a libra a ~R$ 3,735, o BB em Londres estava cotando-a a R$ 3,75. A diferença estava bem pequena, e bem menor do que comparando com casas de câmbio.

Você pode consultar a cotação todos os dias, ligando para o BB em Londres. Eles tem um número tool-free (0800) do UK. Se ligar do Brasil, claro, pagará chamada internacional. Para nossa alegria, porém, o Skype faz ligações para esse tipo de número, de graça (mesmo que você não tenha crédito Skype).

Telefone do BB em Londres:

  • Ligar dentro do UK: 0800 358 8810
  • Ligar via Skype: +44 800 358 8810

Como funciona?
Dado que você tenha dinheiro, em reais mesmo, em sua conta no Banco do Brasil, você pode visitar a agência do Banco do Brasil em Londres para fazer saques. Ela é uma agência bancária do BB, faz parte do banco (diferente do BB Américas, que nos dá o Dilmacard: ele é outro banco).

O saque será feito num terminal, como no Brasil. O valor do câmbio será o que o BB em Londres estiver praticando no dia. Tenha em mente que ele poderá (e deverá) variar entre o dia que você receber do CNPq! Talvez você ganhe, talvez você perca dinheiro.

Antes de viajar, porém, você precisa fazer duas coisas: habilitar seu cartão para uso no exterior (obrigatório) e aumentar o seu limite para saques (recomendado).

Habilitar o cartão para uso no exterior

Apesar de o BB em Londres ser uma agência, dois atendentes da CABB me disseram que é necessário habilitar o cartão para uso internacional. Você pode fazê-lo pelo Internet Banking, pelo Telefone ou na Agência.

  • Internet Banking: Acesse sua conta, e clique em Mais Transações -> Cartões -> Solicitações Diversas -> Habilitação para uso no exterior. Obs.: Isso não funcionou comigo, só deu erro. Mas consegui fazer pelo telefone (CABB)
  • Telefone: Ligue para o atendimento do BB (4004 0001 nas capitais, 0800 729 0001 nas demais localidades). Será pedido sua Agência, sua Conta e sua Senha de 6 dígitos (a usada no cartão). Selecione a opção Cartões. Será pedido o número do seu cartão (depois que ela as opções). Selecione para falar com um atendente (opção 9). Obs.: Se você não tem uma senha de atendimento (4 dígitos) cadastrada, NÃO SELECIONE para falar com um atendente no menu inicial! Siga o processo acima, selecionando a opção de Cartões no menu, que irá pular o pedido desta senha!)
  • Agência: é só ir lá para resolver. 😛

A liberação pode ser feita para valer por até dois anos. Pedi para liberarem o meu até 30 de novembro de 2015. Dá e sobra. 😀

Aumentar o limite para saques

[ATUALIZADO EM 02/06/2014]
Foi informado de que esse passo não é necessário! O saque na agência será feito com humanos, e o limite de saque é apenas para caixa eletrônico. Porém, é recomendado avisar 1 dia antes ao BB em Londres o valor do saque, para eles garantirem o dinheiro em caixa.

[Texto removido]
Existem dois tipos de limites: limites para evitar que você gaste de mais e não pague a sua conta, e limites para sua segurança. O limite de saque nos terminais é um limite de segurança. Serve para evitar que, num sequestro, por exemplo, um bandido peça que você esvazie sua conta num caixa eletrônico. Normalmente, esse limite não é muito alto, é algo entre 700 e 1000 reais por dia.
Para sacar em Londres, quando maior o valor do saque, melhor. E, como uma libra vale quase 4 reais, seu limite para saque lá, se for baixo, pode causar prejuízos. Para aumentar esse limite, só tem um jeito: ir na agênciaTrês atendentes diferentes da CABB me confirmaram que você pode aumentar esse limite para qualquer valor, pois ele não é um limite para limitar você de gastar, mas apenas para segurança, e pode ser mudado para a conveniência do cliente. (Eu ainda não fiz isso, mas atualizo aqui quando fizer.)Note que é possível mexer nesse limite pela Internet, mas você consegue no máximo dobrá-lo. E, depois, tem que ir num terminal de autoatendimento confirmar a transação. Melhor ir na agência e colocar logo o valor que você preferir.

[/Texto removido]

Esse texto vou retirado do grupo Polemikers Set/14 UK. Então, essa opção é viável para grandes saques, principalmente pela cotação ser boa e não ter que pagar IOF. Meu plano é ir esporadicamente em Londres (o que dá 10 libras ida e volta), fazer o saque necessário e depositar na conta que farei lá. Minha conta inglesa provavelmente será Santander, por existir dentro da Universidade. Dizem que a cotação do Santander também é boa, mas não sei quanto às taxas.

Ah, por que não fazer o Travel Money que todos estão comentando em outros blogs? Bom, eu acredito que há maneiras melhores de se viajar com dinheiro. As taxas são bem altas. Tanto para saque (variam de 2,50-15 na moeda equivalente) como para troca de moeda (5% do valor). Infelizmente não achei informações sobre o Visa Travel Money, apenas o Cash Passport Multi-Moeda do MasterCard. Li em blogs que ele era uma das melhores opções. Mas se você ler o PDF disponível no site deles, talvez não concorde.

O DilmaCard já é um travel money. De acordo com o manual é possível fazer transferências para o DilmaCard. Não sei se na prática acontece, mas enfim, ainda assim você pode mudar as libras já contidas no cartão para outra moeda. Isso envolve alguns procedimentos sobre os quais falarei no futuro.

Bom, antes que eu mate alguém de sono é melhor eu finalizar esse post.

Burocracias, taxas, bancos… ZZZZZ.

Hm, tudo muito chato. Agora vem o quê? Mais burocracia?!?! ZZZZZ

É, mais algumas taxas e contas para se colocar na ponta do lápis. Não achei legal para alunos do CsF, mas vou deixar o post de um blog chamado Cumbicão falando sobre levar cartões de débito para viagens e como eles chegam a ser até mais vantajosos do que os cartões pré-pagos de viagem. Boa leitura.

É isso! Só pra constar, terminei esse post na madrugada do dia 7 de julho e não, eu ainda não fui porque meu visto ainda não chegou. Em breve farei um post sobre o visto e suas babaquices, Keele e os últimos preparativos.

Inté! :3

Anúncios

Accommodation e CAS

Pela primeira vez desde que esse processo começou eu não sinto vontade de chorar por raiva, angústia, desespero, apreensão. Não, desta vez, não. Minhas lágrimas, agora, são proporcionadas por um aperto no coração, em saber que as coisas estão mais próximas do que gostaria. Que não terei a chance de me despedir de todos do modo como imaginava. E de que durante todo esse tempo um sentimento irá me acompanhar. Sentimento que só pode explicável em nosso idioma: saudade. don't want to cry Bom, deixando o sentimentalismo de lado. Vamos ao que interessa.


Accommodation

Quando escrevi a introdução desse post eu não tinha nada ainda. Nesse meio tempo eu já viajei e já tirei meu visto. Agora estou na espera. Bom, vamos as informações sobre a acomodação. Em Keele, você vai morar, até onde eu sei, em 3 acomodações diferentes. Uma pro PSE (se esse for seu caso), outra enquanto estiver estudando no curso escolhido e a última quando estiver no estágio. No dia 20 de maio eu recebi este e-mail: Captura de Tela 2014-06-24 às 11.31.41 Entrando no site você obtém de algumas informações sobre os quartos e responde algumas perguntas sobre “você”. Perguntam até hobby e tipo de música preferida. Ok. É aconselhável que você leia as informações contidas nessa página da própria universidade. Lá você será direcionado para os tipos de quartos que eles tem. Quando você está fazendo a application, eles também irão perguntar qual o tipo de quarto você gostaria de ter em ordem de preferência. Mas não vá se animando muito, o CNPq tem uma verba fixa para isso. Além do mais, é preciso que a acomodação escolhida esteja disponível. Enfim, respondi tudo lá e comecei a rezar para que meu quarto tivesse ao menos banheiro dentro.

pray2

Pai nosso que estais no céu…

Depois, você recebe dois e-mails. Um informa que sua “conta de acomodação” foi criada e contém um link para que a mesma seja confirmada. O outro é um resumo das perguntas que você respondeu. Captura de Tela 2014-06-24 às 11.42.34Sinceramente nem lembrava disso. Ontem fui checar meu “e-mail de Keele” (explicarei o que é isso em futuros posts) e lá estava, finalmente, a offer pra Accommodation. Sim, tem offer até pra isso. Detalhe: eles não te avisam quando chega, você vai ter que ficar conferindo. Captura de Tela 2014-06-24 às 12.12.50 Depois de ler os regulamentos e aceitar, você recebe outro e-mail confirmando sua aceitação. E pronto. Meio confuso e nada simples, mas foi assim. Até onde eu sei, ao chegar você tem que se apresentar para poder ser direcionado a sua acomodação. Mas isso só saberei chegando lá. OBS: O que me foi informado é que todos os alunos de PSE ficam na mesma acomodação. Nesta o banheiro é compartilhado. Continuarei na reza aqui.

pray1

Que o próximo quarto tenha um banheiro só pra mim! Por favor, por favor!

ATUALIZAÇÃO: Então, isso dos quartos acabou gerando certas situações desagradáveis… Não agora, mas talvez um dia eu explique direitinho o que aconteceu. Quem vier pra Keele e tiver dúvidas pode vir falar comigo.


CAS

Então, esse malditão me deu MUITA dor de cabeça. MUITA! Depois de infinitas promessas, e-mails, xingamentos mentais e verbais, estresse e choro, o CAS chega dia 16 de junho. Na verdade chegou uma check list. Depois que você manda um e-mail dizendo que tudo está correto, eles mandam o número do CAS. A desculpa de Keele é que eles estavam “resolvendo algo com o Home Office”. Pois é, este puto me chega dia 16 de junho e as informações lá contidas diziam que eu teria que estar em Keele dia 25 de JUNHO. Eles queriam que em 9 dias eu marcasse a data, fosse para o Rio, voltasse, organizasse tudo, recebesse o visto e estivesse lá para a primeira aula. bored obama Keele University, deixa eu te dizer uma coisa, de um modo que você entenda: bilbo no2 Enfim, depois de muitos e-mails e mimimi pra Sarah eu consegui prorrogar minha data de chegada para o dia 7 de julho. Então imaginem como foi corrido. Detalhe, eu marquei o visto pro dia 19 de junho porque estava disponível no site do UK e no final das contas a empresa, VSF VFS Global estaria fechada. Tive que remarcar a data e correr com passagem. Isso tudo em plena Copa. Mas isso será assunto para os próximos capítulos.

Carta de Benefícios e DilmaCard

Eu iria falar sobre tudo o que aconteceu so far, mas o post ficaria deveras cansativo. Então falarei somente sobre dinheiro. Vai que atrai mais, né? Hehehe.


Nos capítulos anteriores…

poor

Não mais! UHUL!
No post passado, eu falei sobre o e-mail do CNPq pedindo os dados das contas bancárias, certo? Então, uns dois dias úteis após o preenchimento adivinha o que chega? A tão falada, linda e necessária para tirar o visto, Carta de Benefícios! Sinceramente fiquei impressionada. Foi a única coisa que veio rápido nesse processo todo.

Isso quer dizer que agora o CNPq não só irá mandar o DilmaCard como também irá, no devido tempo colocar as primeiras regalias em sua conta brasileira (veja como funciona aqui). Porém first things first.

A Carta vem em um formato diferenciado, afinal é um documento importante. No meu computador (MacBook Pro) dizia que se eu abrisse teria validade de 30 dias. Como sou cagona previnida, resolvi não abrir e utilizar o site indicado no e-mail para visualizá-la.
Ela vem em um formato simples e informa quanto e quando será pago.

Captura de Tela 2014-06-02 às 20.03.20

O único valor que não bate com o informado no site do CsF é o do seguro-saúde, mas isso é porque no site eles colocam o valor de um ano e eu vou fazer (teoricamente) PSE de três meses.
Porém, sinceramente não sei como conferir a transparência dessas coisas. E deveria, afinal isso é dinheiro público e afeta todos nós. Pretendo, no futuro, colher mais informações sobre esse programa. Enquanto não faço isso, sugiro que LEIAM esse post (clique aqui… sério, leia). É um post bem escrito e esclarecedor e todos deveriam ler, pois não atinge somente bolsistas e sim toda a população. Este é ano de eleição e consciência política é extremamente necessária! O CsF é um tanto confuso e nada claro. Ninguém sabe ao certo como funciona e quais são os critérios. Não deveria ser assim, afinal gasta-se muito com ele. Além do mais, sendo melhor explicado, mais claro e aberto sobre todas as etapas, seria mais fácil não só fiscalizar como se preparar para o mesmo.

Enfim, voltando aos pormenores da bolsa. Como pode-se observar, há uma data de vigência e esses primeiros valores serão depositados mais ou menos 30 dias antes de tal período. No meu caso, uma vez que a vigência começa no dia 01/07, receberia (e de fato recebi) o dinheiro no dia 01/06.

Aviso: 30 días depois do início das atividades, você tem que mandar comprovante do seguro-saúde e das passagens. Para mais informações sobre todo o processo é só clicar aqui. Informa a ordem que as coisas que irão acontecer com mais detalhes.
Outro material de auxílio é um PDF fornecido pelo CNPq com informações de apoio aos bolsistas.


DilmaCard, ativar o/\o

Semana passada meu DilmaCard chegou. Este é um cartão do BB Américas pelo qual iremos receber nossas bolsas enquanto estivemos por lá.

Neste edital, recebemos as primeiras três mensalidades em libras, diretamente no DilmaCard. Foi uma surpresa pra mim já ver o dinheiro lá quando desbloqueei o cartão. Outra mudança: nos editais passados o cartão era normal, sem chip. Porém, fui informada que esses cartões estavam sendo clonados em grande quantidade e muito facilmente. Agora, ele vem com chip. Uhhh ~ tecnologia ~.

Como todo cartão, você deve desbloqueá-lo. A boa notícia é que dar para fazer, de graça, pelo Skype e tem opção em português! Leia as instruções aqui. Está escrito detalhadamente como ligar pelo Skype e como fazer o cadastramento do site do BB Américas.

É um processo rápido e fácil. Sinceramente eu estava mega preocupada com o cartão. Cheguei a mandar e-mail pro CNPq perguntando. Não havia necessidade essa parte foi bastante eficiente, talvez a única.

Durante o processo até me distraí. A mulher da gravação usou como exemplo a data do meu aniversário, porém com ano diferente.

Witchcraft

Fiquei tão destraída com a bruxaria que esqueci de colocar o #. Bom, ela continou a falar; acho que não deu problema nenhum :B

Outra fonte fornecida pelo CNPq é o outro PDF, porém focado em informações sobre o cartão. Infelizmente, como você pode perceber, todas as informações contidas são relacionadas a dólares e aos EUA. Acho isso uma falha do CNPq; eles deveriam fazer um informativo que englobasse tudo. Mas tudo bem, afinal o BB Américas é isso mesmo… Ainda bem que temos um cartão pra nós. Mas, isso reforça o fato de que outra boa coisa a se fazer é ler o Acordo do Titular que vem junto com o DilmaCard. Eu sei que é chato, porém é contém muitas informações necessárias. Pretendo, no futuro, fazer um post mais detalhado sobre essa parte mais chata e burocrática do dinheiro.

Outro detalhe: Muita coisa mudou do edital passado para agora, então não confie em tudo que você lê pelos blogs. O cartão agora tem chip e assinatura além é possível fazer mais transações do que antes. Porém, ainda possui algumas taxas nada agradáveis. Leia tudo e tire dúvidas. Isso que pretendo fazer quando tomar coragem e vergonha na cara.

Acho que é só isso… Por enquanto. Esse ficou super mal escrito porque estava tentando ajudar meu irmão a estudar inglês. Enfim, agora que tenho dinheiro a próxima etapa que é escolher um bom seguro-saúde. Em breve venho com mais notícias.

Cruj, Cruj, Cruj, tchau! o/

Eis sua Offer… Ou será que não?

No meu edital, a lista provisória do CNPq saiu em fevereiro. Quase exatamente 3 meses depois – a.k.a semana passada – saiu a final. E lá estava, com todas as letras, meu singelo nome. Agora é oficial! Pronto, falei! De um jeito ou de outro, eu vou! Yaaaaay!

something-different


Voltando ao propósito do post.

Cada país tem suas burocracias e costumes. No Reino Unido, as offers vieram quase que todas ao mesmo tempo. Lá para março… Bom, pelo menos da maioria. Como eu, obviamente, sou legal demais para seguir a ~ onda ~ de todo mundo, fui pro Clearing.

O que ser isso? Bom, é o limbo para onde só quem é legal vai. Basicamente, nenhuma universidade que você escolheu te aceitou… … … …. Pois é. Então, você está oficialmente no “Clearing”. Enquanto você espera eternamente, a equipe do UUK irá tentar conseguir uma universidade linda e cheirosa para você. Espera-se.

Those bastards… Eles não me querem? Não ME querem?!

Those bastards… Eles não me querem? Não ME querem!?

É uma coisa chata, sim. Confesso que fiquei meio triste quando li o e-mail do SwB UK informando isso. Fiquei decepcionada comigo mesma. A primeira fase foi meio corrida e eu fui desorganizada, acabei sofrendo as consequências.
Mas é aquela coisa; se não aconteceu é porque não deveria acontecer mesmo. E até que há uma certa poesia e misticidade em colocar esse tipo situação nas mãos do Destino. E assim tem mais emoção, né?! (y)

Eu não preciso de vocês mesmo Leeds, Edinburgh e Nottingham x)

Eu não preciso de vocês mesmo Leeds, Edinburgh e Nottingham ;*

By the way, encontrei um grupo no Facebook para pessoas que estavam na mesma situação que eu. Só o nome e a foto já me fizeram rir e me sentir melhor. O bom disso é que você encontra pessoas tão tristes e desesperadas por offer quanto você.
É um certo tipo de consolo. E como disse, só quem é legal vai pro Clearing, então todos foram/são simpáticos.

Foto por facebook.com/caio.contador/

Capa do grupo. Foto por facebook.com/caio.contador

Só nas minhas férias (em Abril, devido à greve) recebi minha Offer. Para aceitá-la você tem que entrar no site do apply. No meu dizia que fui aceita pela Keele University. Engraçado, por um acaso… Eu nunca havia ouvido falar nela antes. Não sabia onde ficava, se era boa ou ruim… Não lembrava nem de ter visto essa quando fui escolher as universidades.
Enfim, chamei o amigo Google e para minha decepção a universidade é uma bolha. Até fica, supostamente, fora da “cidade”. Uma pena, pois estava muito empolgada para morar em um lugar cheio de opções (uma vez que Manaus não é bem assim).
Na verdade, o que passou pela minha cabeça foi: “poxa, só essa universidade nos fundilhos da Rainha que me aceitou?!”. Mas eu havia deixado nas mãos do Destino; e se assim foi, assim será… E será bom! #oremos

Simplesmente não precisamos pensar negativo. Seja qual foi a universidade que te aceitou ela é um amor… Afinal, ela te aceitou, não foi? Então aproveite-a. Empolgue-se!

Conheçam Keele!

Vemnimim Keele!

Hmm.. Acho que chegamos ao final desse post mal escrito e sem nexo e acabei por não dar nenhuma informação muito útil. Mas, espero que tudo isso sirva de consolo para alguém que passou pelo mesmo.
Clearing não é o fim do mundo. Ir para uma universidade totalmente diferente do que pensava também não é. Acabei conhecendo pessoas muito legais e simpáticas que estão lá pelo CsF, inclusive um que está fazendo Biologia. Como não foram muitos brasileiros até agora, consegui me comunicar com quem já voltou também.

É bem verdade que os sentimento são muitos. A priori, eu era uma mistura de apreensão e felicidade. Para falar a verdade, ainda estou um pouco assim, hahahaha. Como eu sou meio pessimista preparada para as situações, não gosto de tomar conclusões precipitadas. Gosto de estar preparada para o melhor e o pior. Mania terrível, eu sei.. Mas estou tentando mudar. Ainda assim, acho que serei/espero ser muito feliz lá. Querendo ou não é uma ótima oportunidade. Uma que não deve ser perdida, jamais! Que deve ser aproveitada ao máximo!
Ah, e eu comentei que você pode fazer o estágio – que é feito nos últimos meses de CsF – em outro lugar? O rapaz da Biologia conseguiu em Oxford.

Será fuck yeah de um jeito ou de outro!! /,,/

Pfff. Who cares se não foi a primeira opção?

E mesmo que você não tenha recebido offer alguma, tente outra vez! Não desanime. Acabou CsF? Não se preocupe, há diversas outras maneiras de conseguir fazer algo fora. Informe-se com os responsáveis pelos Relacionamentos Internacionais da sua universidade; pesquise. Na UFAM, a parte responsável por isso é o ARII. Foi lá que fiz o IES e, como você pode ver se clicar no link, eles costumam colocar notícias e até o modelo para tradução do histórico. Informe-se e anime-se!

The world is ahead… Here we go!!

Estresse/Apreensão/ETudoQueHáDeBom Sem Fronteiras (CsF)

Venho por meio deste, fazer um breve relato (ou não), das minhas experiências com esse programa do governo chamado Ciências Sem Fronteiras. Preparem-se para uma história de amor e ódio.


Eu não sou a melhor pessoa para explicar tim-tim-por-tim-tim o que é Ciências Sem Fronteiras, como funciona ou o que é, etc. Porém, como não sou tão preguiçosa, vou deixar algumas informações que possam ser úteis. Então, sit back e relaxe nessa aventura de milhões de abas que você terá que abrir!

First of All: Se você está aqui deve saber o mínimo sobre o CsF ou o Google não teria te encaminhado para essas mal escritas linhas. Mas, caso queira saber mais, o melhor lugar para se começar é o site oficial. Porém só o utilize para começar a saber certas datas porque, sinceramente, você acha muito mais informação no Facebook.
Enfim, agora que você já leu as informações, sabe que você tem os pré-requisitos necessários e tudo mais. Parabéns! Você já pode escolher seu país de preferência e começar a se preparar para as inscrições!

Ohyeas

Porém, escolher um país nem sempre é fácil. Eu achei bastante difícil inclusive. Fiquei em dúvida, principalmente, entre Reino Unido e Nova Zelândia, mas eis que o charme e carisma da Rainha falou mais forte…

   Queen1  Queen2

Hmm, pois é. Uma vez que optei pelo Reino Unido, tudo o que vier a seguir será focado nisso. Mas para você que não quer comer fish and chips, minha sugestão é que entre no Facebook e procure todos os grupos possíveis que existam para o país desejado. Vai por mim, eles existem por mais que você, assim como eu, não ache logo, e sinceramente, é umas das melhores fontes para se conseguir informação e tirar dúvidas.

Para os ‘mates, eis o principal grupo no Facebook: Ciências Sem Fronteiras – Reino Unido
E para os lindos e lindas fazem Biologia; não os frequentei muito mas.. cá estão outros grupos: mais uma aba, olha outra aba aí.

Next: Agora você já está nos grupos, informado e já fez amizade. Hora de começar as coisas pra valer! De antemão, faça seu passaporte, o teste de proficiência, confira se não há nada de errado em seu histórico e providencie qualquer certificado de coisas digdimdigdim que já tenha feito (Pibic e Olimpíadas). Se você já foi/é bolsista CNPq, more points for you! Yay!
Tudo isso será necessário quando for fazer a inscrição, mas ATENÇÃO: para o próximo edital, muito provavelmente, não haverá PSE. Ou seja, você terá que tirar boas notas no teste de proficiência. Outra coisa, o TOEFL não é mais aceito para o Reino Unido. É mais adequado que faça o IELTS!

Com tudo pronto, você poderá inscrever-se. É obrigatória a inscrição no site do CsF e no da UUK. Informe-se se será necessário fazer o IES, que é uma inscrição feita na sua Universidade. Depois de tudo feito, agora é esperar a carta mágica do CNPq dizendo que você foi homolago e a lista oficial que sua Universidade irá lançar.


Algum tempo depois…

Yoohoo

Que maravilha, tudo deu certo! Agora você vai poder escolher três universidades. Tudo é empolgação, alegria e… Wait, not so fast!

fail

A partir de agora as coisas vão ficar mais… Complicadas. Primeiro que escolher três universidades não é tão simples. Segundo, algumas burocracias mais chatinhas irão começar. Duas coisas que você não pode deixar de fazer:

  1. Tenha certeza se o histórico que você terá que mandar tem que ser juramento e pesquise isso bem. O meu foi feito na pressa e paguei 300 reais por ele.
  2. Capriche e MUITO no seu Personal Statment. Até hoje me arrependo de não ter dado tanta importância. Pelo o que foi possível perceber, eles dão bastante valor para isso. Escreva, reescreva, peça ajuda. Isso pode acabar determinando qual Universidade irá lhe aceitar.

Essa minha primeira fase foi bem bagunçada. Primeiro tive problemas com o histórico porque minha ementa ainda não existe, então não havia como comprovar que tinha cursado o suficiente. Tive que trocar de grade e fazer alguns aproveitamentos.
Depois, deu problema no e-mail e houve também uma desatenção da minha parte. Como consequência e acabei perdendo a data do Apply. Sim, há uma data limite para você enviar tudo isso. Porém, escrevi para a equipe explicando a situação e eles foram muito gentis a acabaram me dando uma segunda chance. Mas, como disse, tive que resolver algumas coisas nas pressas e acabei pagando o preço (tudumtsi).

Há muitos blogs e dicas na internet de como se preparar bem para essa fase. Eu aconselho muito um chamado Dreams of Gasparini. Lá ela explica tudo muito bem e costuma responder comentários. Eu mesma me informo bastante por lá.
Eis uma lista de blogs que se encontra no grupo do Facebook (x).


 Para finalizar…

Você fez tudo do jeitinho certo e agora é uma pessoa informada. Só lhe resta esperar e tentar adiantar qualquer coisa possível. Espere, espere, porém não durma no ponto. Esteja preparado para o que está por vir.

Jack

Wait… … Wait … … Ops, hora de correr com a documentação!

Se tiver alguma dúvida, escreva para eles (clique aqui). Geralmente quem responde é a Sarah, ela é bem paciente e costuma responder todos os e-mails. Não tenha medo, o maior interesse deles é que você vá estudar lá.


 Acho que por hoje é só… Espero não ter escrito muita bobagem, hehehe.
Em breve pretendo voltar com mais o/

Lista de blogs do CsF UK

Retirado do Facebook. Grupo Ciências sem Fronteiras – Reino Unido

Blogs/VLogs do CsF UK
By Adenes Schwantz on Satarrrday, Merry Month o’ June 15, 2013 roundabouts 2:00in the evenin’


Lista de blogs e vlogs sobre estudantes do CsF no UK:

Indo em Janeiro, Março e/ou Junho de 2014 para o UK (blogs colaborativos):

Indo em Janeiro de 2014 para o UK:

Indo em Março de 2014 para o UK:

Indo em Junho de 2014 para o UK:

Já estão no UK:

Não é do CSF , mas é brasileira e está há 1 ano e meio na Inglaterra: http://londonso.com/


Retirado do Facebook. Grupo Ciência sem Fronteiras UK – Setembro/2014

Blogs
By Paola Dantonio on Rum headache day, Septembarrr 22, 2013 roundabouts 2:26in the evenin’


Abandoned Amusement Park
http://abandonedpark.blogspot.com.br
(graduação – Biomedical Genetics – Newcastle upon Tyne – Newcastle University)

Na Terra de Beth
http://naterradebeth.blogspot.ch/
(graduação – Cinema – Londres – Roehampton University)

Um ano no Reino Unido
http://umanonouk.blogspot.com.br/
(Graduação – Agriculture – Newcastle upon Tyne – Newcastle University)

Sights and Thoughts
http://sight-and-thought.blogspot.com.br/
(doutorado – Fisioterapia – Chelmsford – Anglia Ruskin University)

No Tabuleiro da Rainha Tem..
http://tabuleirodarainha.com/

Rayra Sem Fronteiras
http://rayrasemfronteiras.blogspot.com.br/
(graduação – Human Biology and Infectious Diseases – Manchester – University of Salford)

Lara em Londres
http://laraemlondres.com/
(graduação – Interactive Media Design – University of East London – Londres)

365 days of Surrey
http://365daysofsurrey.blogspot.co.uk/
(graduação – Cinema – University of Surrey – Guildford)

Letter From England
http://letterfromengland.blogspot.com.br/
(graduação – Chemical Engineering – University of Birmingham – Birmingham)

Expresso Londres
http://expressolondres.blogspot.com.br/p/ciencias-sem-fronteiras.html
(mestrado Eng. Elétrica – Coventry University – Coventry)

Um ano na terra da Rainha
http://umanonaterradarainha.blogspot.com.br/
(graduação – Mechanical Engineering – University of Birmingham)

London Lila
http://londonlila.blogspot.com.br/
(graduação – Arquitetura – Kingston University London – Londres)

Blog do Bayard
http://blogdobayard.blogspot.co.uk/
(doutorado pleno)

Do São Francisco ao Clyde
http://dosaofranciscoaoclyde.wordpress.com
(Graduação – Arquitetura – The University of Strathclyde – Glasgow)

Visitando a Rainha
http://visitearainha.blogspot.com.br/
http://www.youtube.com/watch?v=tU57eTwEB6Q
(graduação – medicina veterinária – )

Karol In The Sky With The Diamonds
http://karolinthesky.blogspot.com.br/
(Gradução- Bioquimica- Kingstn University – Londres)

Let’s Go Canterbury
http://letsgocanterbury.blogspot.com.br/
(Graduação – Forensic Science – University of Kent – Canterbury)

The Luh Saga
http://theluhsaga.blogspot.com.br/
(Graduação – Animation – De Montfort University – Leicester)

The thistle of Scotland
http://thethistleofscotland.blogspot.com.br/
(graduação – Neuroscience – University of Dundee – Dundee)

A Great Time!
http://agreatime.blogspot.com
(Graduação – Computer Networks – University of Portsmouth – Portsmouth)